quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

UM OLHAR SOBRE O NANISMO -


POR PATRÍCIA BYRRO (in Nanismo in foco)

Certa vez, Carlos Drummond de Andrade em um dos seus poemas disse sabiamente: “Pois sou do tamanho daquilo que vejo e não do tamanho da minha altura.” A real intenção do poeta eu não sei qual era, mas a frase veio exatamente de encontro com minha vida e meus sonhos.

Muito se fala da sociedade de hoje, do paradigma da beleza externa, do pré-conceito e do estereótipo que se faz das pessoas, principalmente das pessoas com deficiência. Percebemos que por mais que estejamos no século XXI, muitos se comportam como se não estivesse nele.

O desrespeito com pessoas de baixa estatura faz com que seja criada uma imagem preconcebida, principalmente imagens associadas a brincadeiras pejorativas. Seja devido à cultura, onde na antiguidade a pessoa com nanismo tinha a obrigação de propiciar a diversão na corte, sendo literalmente o “bobo da corte”, seja pelo preconceito que existe pelo simples fato de ser diferente.

Todos esses fatores e comportamentos acabam por nos influenciar e de certa forma faz com que fiquemos travados ou inibidos diante da sociedade. Muitas vezes, o sentimento de incapacidade ou de achar que não temos lugar na sociedade acaba nos influenciando. Idealizamos sonhos e conquistas, no entanto, por termos medo de ousar e arriscar, acabamos por não concretizá-los.

Mas não é a sociedade que impõe o que devemos ser ou o estigma que temos que carregar. Não é a opinião do outro que deve nos travar. Podemos ser aquilo que queremos ser, independente do que os outros vão pensar. Se nos aceitamos como somos, entendendo que nosso limite não se encerra somente em 1,14 m, podemos alçar vôos tão altos quanto uma águia. Não há limites para quem quer superar, para quem quer mostrar que somos do tamanho daquilo que queremos, daquilo que sonhamos! Se sonhamos em ser médico(a), advogado(a), fisioterapeuta, veterinário(a), arquiteto(a) ou tantas outras coisas, que sejamos! Que não seja as barreiras físicas e externas a nos influenciar, e sim a vontade de mostrar que somos capazes em tudo que fazemos!

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Be Happy

Acondoplasia "is not a limit"
http://www.youtube.com/watch?v=e6OBVDMOcpU

domingo, 9 de dezembro de 2012

Hospital Infantil Ismélia da Silveira

Por Nara Iwata - coordenadora de Design de Interiores UVA.

Rafaelle FreitasLucianne Barroso BLuciana PachecoMayara Benício,Patricia Almeida, recebi essa mensagem do pessoal do Hospital:
 "Oi, amiga! Esperei vcs para a inauguração do espaço... não deu, né?? Combinei com nossa coordenação que aguardaria o início das aulas pq. queríamos visitá-los e agradecê-los na UVA, pessoalmente. O espaço ficou lindo... chorei ao vê-lo... agradeci a Deus por ter colocado em nosso caminho pessoas tão especiais como você. O espaço (claro!) já está lotadão... com o diferencial de agradá-los e afagá-los numa horinha de mais choro... como posso agradecê-los?? Tenho (curiosamente) falado muito em vc... queria que pensasse no espaço da recreação e no acréscimo de duas micro-salas ali. Será possível? Há tb. uma salinha que atende apenas infantis com HIV e é um ambiente totalmente triste.... sem falar na sala de crianças mais graves que precisava também de um toque seu... Quando pode aparecer? Há algum dia que seja comum entre você e seus alunos?? Há muuuiiitttooo o que fazer! E conto (caso possa) o tempo todo com você! bj! Prof. Adriana Albuquerque"

Gente, olhem o video no site da ONG, estamos la como voluntarios, rs.
http://eumeimportoevoce.blogspot.com.br/ 
Vamos retomar o projeto!


ESQUENTA !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Hoje, domingo, dia 6 de dezembro ganhei o melhor presente de Natal:
Ver o programa ESQUENTA com Regina Casé.
Esta mulher é o máximo. Queria, eu, ser amiga dela.

Estou aqui escrevendo e chorando de emoção porque entendemos que a vida tem que ser SEM barreira. Uma Dra Lucia - Maravilha - Braga do Hospital Sarah e uma platéia muitíssimo especial .... canta alegre com o ESQUENTA.

E a pequena passista ? Que espetáculo !

Vamos rever nossos conceitos.

MUITOS APLAUSOS !!!!!!!!!!!!!!!!!
Salve a INCLUSÃO. 
http://tvg.globo.com/programas/esquenta/

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Projeto !

SIMONE GUMS, aluna de Design na Universidade Feevale do Rio Grande do Sul e sua colega ANA CRISTINA DEL ALTO (intercambista do México) pensaram em um projeto focado em acessibilidade:
PROJETO DE CARRINHO DE SUPERMERCADO FOCADO EM PESSOAS COM NANISMO

NECESSIDADES/PROBLEMAS
Pesquisando e analisando percebeu-se a dificuldade na utilização e 
manuseio do carrinho de supermercado por pessoas de baixa estatura / 
nanismo. Verificou-se também que no momento de alcançar as 
mercadorias na prateleira, colocá-los no carrinho e retirá-los para 
passar no caixa, são os três pontos mais críticos do processo de compra 
em supermercado para esse tipo de público. Sendo a primeira e a terceira 
observação as mais críticas entre elas.

JUSTIFICATIVA
Analisando todas as dificuldades de manuseio desse produto para as 
PESSOAS DE BAIXA ESTATURA/NANISMO, optou-se por acrescentar alguma 
função e alterar apenas alguns detalhes, observando e tendo cuidado com 
os tipos de materiais empregados, ergonomia, segurança e acessibilidade.

OBJETIVOS
Geral: Redesenhar, adaptar, acrescentar função e trabalhar a forma, 
focando em pessoas de baixa estatura/nanismo, dando atenção as questões 
de materiais empregados, ergonomia, segurança e usabilidade do carrinho.

ESPECÍFICOS:
         * Analisar a interação do usuário de baixa estatura com o carrinho;
        * Identificar os principais pontos a serem trabalhados para melhorar 
sua utilização;
        * Estudar possibilidades para além de servir como carrinho auxiliar no 
alcance das mercadorias;
        * Verificar os materiais para atender e suportar a necessidade do 
produto.

Essa é a proposta do projeto das alunas da Feevale. Elas 
tem um questionário muito rápido e bem prático de responder que pode ser 
acessado: https://docs.google.com/spreadsheet/viewform?fromEmail=true&formkey=dFJoLW5icy1TY2lNRmF2dXZxeVRmU0E6MQ . 
Espero que possamos ajudá-las, pois é uma necessidade que todos nós enfrentamos no nosso cotidiano.

fonte: Nanismo em Foco

Vida sem Barreiras no 1o CIMODE


CIMODE - Congresso Internacional de Moda e Design
Guimarães, Portugal
5 à 7 de novembro de 2012

O NÚCLEO DE PESQUISA “VIDA SEM BARREIRAS” – UMA EXPERIÊNCIA COM O DESIGN DE MODA

Resumo: Existem no Brasil mais de 26 milhões de pessoas portadoras de algum tipo de deficiência (IBGE08). Os portadores de nanismo são os objetos de nossa pesquisa com ênfase no Design de Moda. O trabalho em desenvolvimento tem como objetivo fazer um levantamento das reais dificuldades encontradas pelos portadores de nanismo no consumo de Moda, levantando suas necessidades para criar recomendações de projeto que possam ser adotadas na criação de coleções ou modelos para esse público.

Palavras chave: design universal, nanismo, design de moda

*** em breve, texto na íntegra

Moda Inclusiva


A aluna da Escola de Design da Universidade Veiga de Almeida Claudia Gordilho participou do concurso MODA INCLUSIVA. 
Patricia Scherer, a modelo, é nota 10 !!!!!
PARABÉNS.

SALVE A DIVERSIDADE !



domingo, 7 de outubro de 2012

O mundo dá voltas


O mundo dá voltas
www.youtube.com
Vídeo criado pelos alunos de Design Gráfico 2008.1 da Universidade Veiga de Almeida. Roteiro, modelagem e texturização do cenário: Rodrigo Otero Modelagem e Rigging dos personagens: Douglas Tancredi Animação, iluminação e efeitos sonoros: Rodrigo Otero e Douglas Tancredi Professores: Daniel Pinna, Marco Machado, Marco Zappala e Paulo Andrade

O Curso de Design Gráfico pertence a ESCOLA DE DESIGN da Universidade Veiga de Almeida que neste mês está fazendo 10 anos. PARABÉNS !!!!!

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Sindrome de Down - depoimento 1

Mônica Ribeiro dos Santos tem 27 anos e trabalha como auxiliar administrativa em uma empresa de produtos hospitalares. Perdeu a mãe ainda criança e foi criada com a ajuda da irmã Jaqueline. Trabalha, estuda, ajuda nas tarefas de casa, adora ver novela. Na infância, ajudava a cuidar da sobrinha deficiente visual. Uma rotina comum, mas que se torna extraordinária ao levar-se em conta que Mônica tem síndrome de Down. 
Mais do que um desejo dela e da família, independência foi uma necessidade. Para continuar estudando e trabalhando, Mônica encara três conduções lotadas para ir de casa, no Capão Redondo, para a Adid (Associação para o Desenvolvimento Integral do Down), no Brooklin, e depois para o trabalho, no Socorro. “Foi um sacrifício deixá-la ir sozinha, mas era importante”, conta Jaqueline.
Mônica já se perdeu. “Peguei a condução errada e pedi ajuda ao cobrador. Voltei ao ponto final e peguei o ônibus certo”, explica. Com a prática, passou o medo de errar.

fonte: www.movimentodown.org.br

Rubik's Cube

Rubik's cube for blind people
www.welldonestonestuff.com

Daltonismo

Já alguma vez imaginaram como seria se isto vos acontecesse?

Descubram a solução para aqueles que não podem distinguir as cores em: http://walkaroundthecloset.blogspot.pt/2012/09/coloradd-design-solution-for-colour.html — with Miguel Neiva (Portugal)

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Mais um pouco de INTOCÁVEIS

Joanna Saldanha no pintasdajoaninha.com.br


Um filme para vida

No fim de semana passado eu me rendi aos apelos da minha mãe e fui no cinema ver Intocáveis. Para os desavisados o filme é o maior fenômeno de bilheteria francês e recentemente ultrapassou o fofíssimo Amelie Poulin como filme francês com maior bilheteria no mundo.
A história, baseada em fatos reais do livro O Segundo Suspiro, conta a história de Phillipe e Driss.
Philippe é um milionário francês vive isolado em sua casa em Paris por ser tetraplégico. Driss é senegalês que foi para Paris adotado por uma família cheia de filhos. Negro, ex presidiário e desempregado (e sem vontade de trabalhar), ele vê a sua vida mudar ao trabalhar como cuidador de Philippe.
A relação dos dois é o triunfo do filme e me faltam palavras para descrever a interpretação da dupla Omar Sy e François Cluzet. Omar inclusive ganhar o Cesar (o Oscar francês) de melhor ator pelo filme.
E mesmo com um tema tão sério o filme faz você rir de verdade, com as trapalhadas de um cuidador de primeira viagem. E ao mesmo tempo proporciona reflexões verdadeiras de como nós tratamos os deficientes ao nosso redor. Driss esquece o tempo todo da deficiência do patrão, e é por isso que eles se dão tão bem. Driss apresenta seu mundo para Philippe, que vai desde a maconha ao Earth, Wind & Fire e Philippe apresenta o seu mundo para Driss, com ópera, música clássica e carros velozes.
Philippe estava cansado de ser tratado com pena e cheio de dedos por seus antigos cuidadores e vê na maluquice de Driss algo diferente, Driss, ao contrário de todos os outros cuidadores, não tinha pena do patrão.
Em uma das melhores cenas do filme (peço mil desculpas já se estou falando muito do filme) Philippe conta que sua maior deficiência não é não poder andar, e sim a falta da mulher que ele amou. Driss entendeu perfeitamente o recado e não via os limites físicos dele. Deu para sacar a lindeza do filme?
Tocante, mas sem ser piegas Intocáceis é um filme para ver e rever e para levar para vida.

terça-feira, 4 de setembro de 2012

Barbie inclusiva

Linda Barbie !!!!!

Acessórios


Hoje zapeando por aí, encontrei este link: www.facebook.com/asesorenaccesibilidad

Aprendi muitas coisas. Como Diretora da Escola de Design - UVA, creio que temos como contribuir (talvez com menos tecnologia) para facilitar o dia a dia dos portadores de necessidades especiais !

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Filme estrelado por atores com síndrome de Down é aclamado em Gramado

O diretor admitiu ter crescido convivendo com um tio com síndrome de Down, ao contrário de boa parte da população, que vê os portadores com preconceito. "O principal problema é o desconhecimento. A partir do primeiro contato, a gente quer sempre estar ali, ao lado deles."
Definindo seu trabalho como uma comédia infanto-juvenil, Galvão aposta que "Colegas", com estreia prevista para novembro, terá recepção especial entre as crianças. "Acho que vai virar referência entre filmes de infância", afirmou. "A partir dele, as pessoas vão desenvolver um olhar diferente para a síndrome de Down."

Divulgação
Os protagonistas de "Colegas", de Marcelo Galvão
Se depender do otimismo dos atores, a batalha já está ganha. Ariel disse esperar que o filme faça um "sucesso fenomenal", enquanto Rita, sem se importar com a modéstia, já ensaiava o discurso para subir no palco na entrega dos Kikitos, "esse Oscar".
"Foi tão bom fazer esse filme, uma energia tão boa, que isso ficou impresso na tela", finalizou o diretor.


http://ultimosegundo.ig.com.br/cultura/cinema/2012-08-14/publico-aclama-colegas-em-gramado.html

Simplesmente elegante !


Maisa Matos (www.facebook.com/menorcantora)" Eu sou do tamanho daquilo que VEJO que SINTO e que FAÇO naum do tamanho que as pessoas me vejam...."

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Palestra na UVA

Nos dias 17 e 18 de agosto, a UVA em parceria com Associação Nacional de Dislexia, irá realizar um ciclo de palestras sobre a dislexia.

Entre os convidados, estarão presentes: Rosemary Tannock, professora da Universidade de Toronto, e Joseph Sergeant, professor da Universidade de Amsterdam.

Saiba como fazer a sua inscrição em: http://bit.ly/NEn8f5

terça-feira, 14 de agosto de 2012

Democratização dos Corpos


Concurso - MODA INCLUSIVA

Add caption

Vamos acompanhar e aguardar os resultados !!!!!!!!!!!

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Acessibilidade e Lazer

Cybele Barros lançará na Bienal novo livro sobre acessibilidade. Desta vez o foco é o lazer: bares e restaurantes !

Parabéns Cybele. Estaremos lá !!!!

domingo, 29 de julho de 2012

Acessibilidade no Banco Santander



Plataforma para cadeirantes no Banco Santander.
Esta é uma boa solução ?

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Ambientação no Hospital Municipal

Depoimento da aluna Lucianne Barroso (Design de Interiores / Universidade Veiga de Almeida):
"Nós alunas da UVA junto com nossa coordenadora Nara Iwata, tivemos a oportunidade de proporcionar as crianças atendidas no Hospital Municipal Ismélia da Silveira (Duque de Caxias) a reforma de uma sala de emergência um local mais alegre com pinturas infantis. Pretendemos continuar com nosso trabalho voluntário em outros ambientes do hospital. Fazer de um ambiente frio um lugar mais alegre para as crianças que ali passam seus dias doentinhas."
Imagem superior: aluna Rafaelle Freitas
Imagem inferior: profa. Nara Iwata

segunda-feira, 2 de julho de 2012

Push Girls: !don't stand up. I stand out



Novo seriado !!!!! Vamos conferir

(Mil desculpas , mas não consegui rodar a imagem !!!!)

domingo, 17 de junho de 2012

Balançando


Não sei onde é mas nossas praças poderiam abraçar esta causa !

terça-feira, 12 de junho de 2012

Turismo Cultural Inclusivo

RIO+20 - Um Marco no Futuro da Acessibilidade no Brasil
Turismo Cultural Inclusivo no Contexto da Sustentabilidade
13 de junho 2012 - Arena da Barra
11.00hs às 15hs
Audiodescrição, LIBRAS, Legenda em Tempo Real
Tradução Simultânea para Inglês e Espanhol
ABERTURA: Coordenadoria de Acessibilidade e Inclusão Social - CNO
Regina Cohen – Arquiteta Dra. Núcleo Pró-Acesso UFRJ
Izabel Maior – Médica Fisiatra UFRJ, Ex-secretária Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência,
Cristiane Rose de S. Duarte – Arquiteta Dra. Núcleo Pró-Acesso/UFRJ.
PRIMEIRA MESA: Experiências, Práticas e Pesquisas
A Criação de uma Rede de Acessibilidade em Museus – RAM – 15min
Virgínia Kastrupp – Psicóloga Dra. NUCC – IP/UFRJ
Isabel Portela – Museóloga Dra. – Museu da República/IBRAM
Acessibilidade no Centro Cultural Banco do Brasil – CCBB-RJ – 15 min Felipe Capello - Educador responsável pelo Grupo de Pesquisa em Acessibilidade do Programa Educativo do CCBB/RJ.
Encontros Mulissensoriais – MAM/RJ – 15 min Virgínia Kastrupp – Psicóloga Dra. NUCC – IP/UFRJ e Núcleo Experimental de Educação e Arte do MAM/RJ
Acessibilidade em Museus e Sítios Tombados pelo Patrimônio – 15 min
Regina Cohen – Arquiteta Dra. Núcleo Pró-Acesso – PROARQ/FAU/UFRJ
INTERVALO – 20 min

SEGUNDA MESA: Pesquisas, Experiências, Práticas e Ações
Acessibilidade e Sustentabilidade nos Museus do IBRAM – 15 min
Mario de Souza Chagas – Museólogo Dr. IBRAM e Prof. Adjunto da UNIRIO
Acessibilidade nos Museus da Fundação Roberto Marinho - Cidade do RJ – 15 min Carlos Eduardo Braga Gomes - Produtor Executivo de Patrimônio e Cultura da FRM, responsável pela gestão dos projetos de conteúdo, museografia, acessibilidade e pelas ações de mobilização comunitária do futuro MIS/RJ.
Turismo Acessível nas Cidades Históricas. Analisando Ouro Preto, MG – 15 min Natália Rodrigues de Melo, Turismóloga – UFOP, Mestranda em Arquitetura - FAU/PROARQ – UFRJ
Cristiane Duarte – Arquiteta Dra., Prof. Titular FAU/UFRJ e Núcleo Pró-Acesso UFRJ.
Investindo na Acessibilidade da Casa da Ciência da UFRJ – 15 min Stella Savelli – Formada em Serviço Social, Especialista na Educação de Surdos e Responsável pela Acessibilidade na Casa da Ciência/UFRJ
DEBATES


Regina Cohen

Coordenação de Inclusão Social e Acessibilidade
Comitê de Organização da Conferência Rio+20
Núcleo Pró-Acesso
PROARQ/FAU/UFRJ

sexta-feira, 8 de junho de 2012

quinta-feira, 7 de junho de 2012

Gigante Leo

As palavras de Melhem traduzem um pouco do que li acerca deste GIGANTE:
"Todos somos iguais, apenas temos dificuldades diferentes. Esta frase do gigante Leo já demonstra a sensibilidade e inteligência deste cara, que conheci há pouco, mas que já me ganhou - como, aliás, acontece com quem tem a sorte de cruzar o caminho dele. Não por acaso, ele assina em seus e-mails: Pequeno para quem vê, gigante para quem ama.

.....Leo é gente rara. O mais admirável da sua trajetória até aqui não foram só os prêmios conquistados ou a visibilidade que conseguiu. O mais legal é que isso tudo veio não por ser anão, mas por ter talento. Leo é bom. Tem ritmo, inteligência, timing para desenvolver uma história, usa o corpo a seu favor .... Enfim: tem as armas e sabe maneja-las melhor a cada dia.

.... O jeito que fala do seu dia a dia, dos percalços da vida de anão, não desperta deboche - pelo  contrário: mostra o ridículo das pessoas normais ao enxergar o que é diferente delas. Leo deu a volta em nós todos. Parabéns !"

Por Marcius Melhem - parte da apresentação do livro O Grande Livro dos Anões escrito por Gigante Leo (editora Matrix, 2011)

domingo, 3 de junho de 2012

Florença - um passeio acessível ?


Florença, abril de 2012.

Dias quase bonitos porque a chuva por vezes aparecia inesperadamente  mas não chegando prejudicar nossa intensa agenda de visitas.
Duomo, San Lorenzo, Santa Croce, Ponte Vecchia, Palacio Pitti, sem contar passeios encantadores a Monterrigionni, Voltterra, Siena, San Geminniano ..... foram dias intensos e de muito aprendizado.
Estas cidades históricas possuem estruturas formais medievais ou seja a ACESSIBILIDADE é bastante complicada para portadores de necessidades especiais e idosos.  É evidente que este item tem importância para os gestores locais pois verificamos algumas soluções para este livre trânsito do “ir e vir”.
Todavia o que sempre me surpreende é a vontade das pessoas, vontade de superação ao se incluir e enfrentar todas as dificuldades mesmo e sobretudo para o lazer !!!!!
 Palacio Pitti
                                                                                                      Pça Monterrigioni
Um passeio em Florença

domingo, 27 de maio de 2012

Retratos do Brasil - acessibilidade


Falta de acesso: barreira ainda a ser vencida

Censo aponta insuficiência de rampas para cadeirantes nas cidades; acessibilidade apenas para 4,7% dos domicílios.“O acesso a deficientes ainda é muito baixo, mesmo nas áreas mais desenvolvidas” – Sul e Centro-Oeste 7,8%  e Norte e Nordeste apenas 1,6%   (segundo Wasmalia Bivar, presidente do IBGE)



José Flavio e Michele percorrem rua de São Gonçalo (Rio de Janeiro) e encontram diversas barreiras



Fonte: O Globo, 26 de maio de 2012, pg 14

segunda-feira, 9 de abril de 2012

CASA SEGURA - novamente

globotv.globo.com
Muitas vezes, pequenas alterações podem facilitar a vida de quem tem a idade mais avançada. Em Copacabana, o bairro com maior concentração de idosos, os guardas de trânsito foram orientados em como ajudar os mais velhos.

terça-feira, 27 de março de 2012

Importante no MAM - Rio

Sábado 31 de março, o Núcleo Experimental de Educação e Arte do MAM promove "Encontro Multisensoriais Reconfigurações do Público - pedagogia e participação" que reune deficientes visuais entre visitantes do Museu para troca de experiências.
Tema: Bússulo Interior - navegando no invisível, na obra da artista Fernanda Gomes

www.mamrio.org.br

quinta-feira, 22 de março de 2012

terça-feira, 20 de março de 2012

Bungee Jumping


Paraplégica encarou desafio do bungee jumping no Canadá.
ASSISTA:

http://oglobo.globo.com/blogs/pagenotfound/posts/2012/03/20/paraplegica-encara-desafio-do-bungee-jumping-436811.asp

domingo, 11 de março de 2012

Diário do Olivier

Estava me preparando para dormir “zapeando” sem destino certo quando parei no programa do Olivier que é sempre bacana e divertido (apesar d’eu detestar cozinha). Eu já achava o sujeito o máximo depois desse programa de hoje, cheguei à conclusão que o cara é melhor ainda.

Motivo ?

Eu conto: o programa de hoje estava acontecendo numa cozinha bem grande (o local preciso, eu não sei) e ele preparava um doce de banana com coco com um grupo de adolescentes (ou jovens adultos) portadores de síndrome de down. Banana-coco-coco-banana, prova daqui, prova dali, uma farra e muita alegria. Até que o tal doce ficou pronto.

Não sei bem como era o roteiro do programa, pois no meio do caminho. O doce pronto partiram (todos) para confeitar um bolo para comemorar os cinco anos de existência daquela escola (?).

Foram entregues diplomas com aplausos e abraços. Uma mocinha lindinha agradeceu a todos e disse a seguinte frase: NADA é impossível e a “hora é esta”.

PARABÉNS a todos – alunos, a escola e Olivier !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Lourdes Luz, 23/fevereiro/2012

Agência de Modelos



A agência de Modelos da Kika de Castro é diferente.
O seu "casting" é composto de pessoas lindas e portadoras de necessidades especiais.
As fotos são simplesmente MARAVILHOSAS !!!!!
Aplausosssssssssssssssssssssss

Fonte: globo.com

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Viver sem Limites !!!!


O processo é lento ..........................................
Mas vamos brindar mais uma vitória.

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Linguagem de Sinais nas Escolas

Joaquim no GENTE BOA !!!!!!!!!!!!!!!!

sábado, 21 de janeiro de 2012

Nanismo: Uma proposta para adequação de apto (1)



Considerando levantamento de campo elaborado pelo grupo de pesquisa (Escola de Design / UVA) foi elaborada primeira proposta com aplicação direta do material recolhido. O projeto em questão será encaminhado para grupos portadores de nanismo para avaliação. De maneira que algumas soluções possam ser sistematizadas, orçadas para um público classe “B” e para outro composto de pessoas com menor poder aquisitivo. Deste modo possibilitando uma melhor qualidade de vida no dia-a-dia destas pessoas e de certa forma colaborando para um procedimento inclusivo.
O apartamento ora apresentado possui uma área de 70m2 divididos em sala, 2 quartos sendo um suíte, um banheiro adicional e uma cozinha interligada a área de serviço. Partindo da premissa de criarmos um ambiente que atenda uma família mista recomendações foram indicadas.

Os ambientes serão apresentados por partes (nos posts a seguir).

orientadora: profa. Lourdes Luz, dra

aluna: Marilia Magalhães

Em defesa dos idosos !


Cidade do Rio de Janeiro. Engarrafamento.

Parei atrás de um ônibus e dei de cara com esta peça publicitária.

E nós, como vamos ????

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Alzheimer revertido pela primeira vez

Enviado por luisnassif, qui, 01/12/2011 - 08:20



Por Nilva de Souza
Da TV Net

Pela primeira vez, foi revertida a doença de Alzheimer em pacientes com a doença, há mais de um ano. Os cientistas usaram a técnica de estimulação cerebral profunda, que usa elétrodos para aplicar pulsos de eletricidade diretamente no cérebro. p>Investigadores canadianos, da Universidade de Toronto, liderados por Andres Lozano, aplicaram estimulação cerebral profunda em seis pacientes.
Em dois destes pacientes, a deterioração da área do cérebro associada à memória não só parou de encolher como voltou a crescer.
Nos outros quatro, foi parado o processo de deterioração.
Nos portadores de Alzheimer, a região do cérebro conhecida como hipocampo é uma das primeiras a encolher.
O centro de memória funciona no hipocampo, convertendo as memórias de curto prazo em memórias de longo prazo.
Desta feita, a degradação do hipocampo revela alguns dos primeiros sintomas da doença, como a perda de memória e a desorientação.
Durante a investigação, a equipa de cientistas canadianos instalou os dispositivos no cérebro de seis pessoas que tinham sido diagnosticadas com Alzheimer, há, pelo menos, um ano.
Assim, colocaram elétrodos perto do fórnix, conjunto de neurónios que carregam sinais para o hipocampo, aplicando, depois, pequenos impulsos elétricos, 130 vezes por segundo.
Após 12 meses de estimulação, um dos pacientes teve um aumento do hipótalamo de 5 por cento e, outro, 8 por cento.
Esta descoberta pode levar a novos caminhos para tratamentos de Alzheimer, uma vez que é a primeira vez que foi revertida a doença.
Os cientistas têm, contudo, ainda de conhecer mais sobre o modo como a estimulação funciona no cérebro.

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Dia Mundial do Braille, 4 de janeiro.

O Braille é um sistema de leitura táctil para invisuais, inventado pelo francês Louis Braille no ano de 1827 em Paris. O sistema de Braille usa a sensibilidade epicrítica do ser humano, ou seja a capacidade de distinguir na polpa digital pequenas diferenças de posicionamento entre dois pontos diferentes. Um cego experiente pode ler duzentas palavras por minuto. Servem estes dias para lembrar que não devemos perder o foco na ajuda e apoio a qualquer tipo de incapacidade e que as sociedades devem investir na inclusão sem restrições.

fonte: Susana Palmerston

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Mais música

Já que o tema é música, achei nos meus guardados este recorte (infelizmente não sei informar a data - fonte é o Jornal de Bairros do Globo)


Stevie Wonder

Tive a sorte (mas nada na vida é por acaso) de me deparar com o show do Stevie Wonder - Live at Last (Londres) - gravado do Multishow.



Suas músicas são lindas, todos nós sabemos, mas especialmente HOJE, 30 de dezembro de 2011, prestei mais atenção no "texto", que poesia .... tratam de amor, dúvidas, de encontros, desencontros ... Stevie Wonder vê o mundo com o olho da alma e como traduz bem esses sentimentos, por vezes banais, mas do homem - amor e afeto:

"I love you more and more" .... "eu procuro a parte de mim que vive em você" ... coisas que ele diz com tanta facilidade e sem nenhum pieguismo.



Os músicos vivem um grande êxtyase no palco comandados pela voz metálica de Wonder que afirma que todo mundo tem um talento. Será ? Aonde ???



Na despedida ele declara que temos um coração para dedicar a alguém mas se o coração for grande é possível dedicar e amar muita gente !!!!



A música também pode tornar a vida SEM BARREIRAS



"You are the sunshine of my life"


L Luz, dez / 2011