sábado, 21 de janeiro de 2012

Nanismo: Uma proposta para adequação de apto (1)



Considerando levantamento de campo elaborado pelo grupo de pesquisa (Escola de Design / UVA) foi elaborada primeira proposta com aplicação direta do material recolhido. O projeto em questão será encaminhado para grupos portadores de nanismo para avaliação. De maneira que algumas soluções possam ser sistematizadas, orçadas para um público classe “B” e para outro composto de pessoas com menor poder aquisitivo. Deste modo possibilitando uma melhor qualidade de vida no dia-a-dia destas pessoas e de certa forma colaborando para um procedimento inclusivo.
O apartamento ora apresentado possui uma área de 70m2 divididos em sala, 2 quartos sendo um suíte, um banheiro adicional e uma cozinha interligada a área de serviço. Partindo da premissa de criarmos um ambiente que atenda uma família mista recomendações foram indicadas.

Os ambientes serão apresentados por partes (nos posts a seguir).

orientadora: profa. Lourdes Luz, dra

aluna: Marilia Magalhães

Em defesa dos idosos !


Cidade do Rio de Janeiro. Engarrafamento.

Parei atrás de um ônibus e dei de cara com esta peça publicitária.

E nós, como vamos ????

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Alzheimer revertido pela primeira vez

Enviado por luisnassif, qui, 01/12/2011 - 08:20



Por Nilva de Souza
Da TV Net

Pela primeira vez, foi revertida a doença de Alzheimer em pacientes com a doença, há mais de um ano. Os cientistas usaram a técnica de estimulação cerebral profunda, que usa elétrodos para aplicar pulsos de eletricidade diretamente no cérebro. p>Investigadores canadianos, da Universidade de Toronto, liderados por Andres Lozano, aplicaram estimulação cerebral profunda em seis pacientes.
Em dois destes pacientes, a deterioração da área do cérebro associada à memória não só parou de encolher como voltou a crescer.
Nos outros quatro, foi parado o processo de deterioração.
Nos portadores de Alzheimer, a região do cérebro conhecida como hipocampo é uma das primeiras a encolher.
O centro de memória funciona no hipocampo, convertendo as memórias de curto prazo em memórias de longo prazo.
Desta feita, a degradação do hipocampo revela alguns dos primeiros sintomas da doença, como a perda de memória e a desorientação.
Durante a investigação, a equipa de cientistas canadianos instalou os dispositivos no cérebro de seis pessoas que tinham sido diagnosticadas com Alzheimer, há, pelo menos, um ano.
Assim, colocaram elétrodos perto do fórnix, conjunto de neurónios que carregam sinais para o hipocampo, aplicando, depois, pequenos impulsos elétricos, 130 vezes por segundo.
Após 12 meses de estimulação, um dos pacientes teve um aumento do hipótalamo de 5 por cento e, outro, 8 por cento.
Esta descoberta pode levar a novos caminhos para tratamentos de Alzheimer, uma vez que é a primeira vez que foi revertida a doença.
Os cientistas têm, contudo, ainda de conhecer mais sobre o modo como a estimulação funciona no cérebro.

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Dia Mundial do Braille, 4 de janeiro.

O Braille é um sistema de leitura táctil para invisuais, inventado pelo francês Louis Braille no ano de 1827 em Paris. O sistema de Braille usa a sensibilidade epicrítica do ser humano, ou seja a capacidade de distinguir na polpa digital pequenas diferenças de posicionamento entre dois pontos diferentes. Um cego experiente pode ler duzentas palavras por minuto. Servem estes dias para lembrar que não devemos perder o foco na ajuda e apoio a qualquer tipo de incapacidade e que as sociedades devem investir na inclusão sem restrições.

fonte: Susana Palmerston

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Mais música

Já que o tema é música, achei nos meus guardados este recorte (infelizmente não sei informar a data - fonte é o Jornal de Bairros do Globo)


Stevie Wonder

Tive a sorte (mas nada na vida é por acaso) de me deparar com o show do Stevie Wonder - Live at Last (Londres) - gravado do Multishow.



Suas músicas são lindas, todos nós sabemos, mas especialmente HOJE, 30 de dezembro de 2011, prestei mais atenção no "texto", que poesia .... tratam de amor, dúvidas, de encontros, desencontros ... Stevie Wonder vê o mundo com o olho da alma e como traduz bem esses sentimentos, por vezes banais, mas do homem - amor e afeto:

"I love you more and more" .... "eu procuro a parte de mim que vive em você" ... coisas que ele diz com tanta facilidade e sem nenhum pieguismo.



Os músicos vivem um grande êxtyase no palco comandados pela voz metálica de Wonder que afirma que todo mundo tem um talento. Será ? Aonde ???



Na despedida ele declara que temos um coração para dedicar a alguém mas se o coração for grande é possível dedicar e amar muita gente !!!!



A música também pode tornar a vida SEM BARREIRAS



"You are the sunshine of my life"


L Luz, dez / 2011