terça-feira, 1 de novembro de 2011

Mais Lisboa

Gosto tanto de estar em Lisboa que se fosse possível viria 2 ou 3 vezes no ano. É uma cidade linda, luminosa, amigável - tão diferente sendo tão igual - ao Rio de Janeiro, cidade onde moro e nasci.

Hoje (11/outubro/2011), peguei o elétrico E15 e fui para Belém. É sempre emocionante ver o Mosteiro dos Jerônimos .... tão grandioso. Atravessei os jardins porque meu destino era o Centro Cultural de Belém (CCB). Desta vez tive o prazer de ver e fruir o acervo Berardo. MARAVILHOSO !!!!!! E Vik Muniz, artista brasileiro da maior relevância, estava lá também entre fragmentos, re-leituras e integridade.

Creio que quando viajamos o olhar fica "solto" e a alma leve.

Quando na Mostra de Vik, entre imagens construídas de açucar e eu, estava um grupo de pessoas/visitantes com sérios comprometimentos físicos (portadores de necessidades especiais) que ouviam (?) com atenção uma guia do Museu que explicava com grande carinho aquelas obras, e as moças e rapazes percebiam a sua maneira, talvez com o coração, aqueles trabalhos.

Mais uma lição de vida. Intensa.

Obrigada, Lisboa


(Lourdes Luz, 11/out/11)

Vik Muniz
Entrada do CCB

Nenhum comentário: